Skip to content

Como escolher a roupa certa para ir à igreja?

Compartilhe:

Escolher a roupa certa parece simples, mas nos dias que vivemos tornou-se uma tarefa difícil. As mulheres cristãs devem servir de exemplo para as que ainda não foram alcançadas pela graça de Deus através da vestimenta, da fé, das boas obras e do testemunho.

Se vestir com modéstia e decência é um dever que o nosso senhor Jesus nos deixou, mas como fazer isso quando vamos a igreja? Separamos quatro dicas para ajudar escolher a roupa para ir a igreja!

  1. O espelho é sempre o seu melhor amigo

Pode soar clichê, mas o espelho é o seu companheiro quando não há ninguém perto para dar uma opinião sincera sobre a roupa. Antes de sair de casa, faça a seguinte pergunta: “Se Jesus estivesse frente a frente comigo hoje, ele se alegraria com o meu look?”.

  1. Comprimento ideal

Quem é crente antiga sabe que esse assunto não precisava ser abordado anos atrás dentro da igreja. Infelizmente hoje é mais que necessário. O comprimento certo para cultuar a Deus é importante!

Quantas vezes presenciamos mulheres que colocam bolsas, bíblias ou outros acessórios para cobrir as pernas quando sentam e o vestido fica “curto demais”? Como evitar isso? O comprimento midi faz sucesso hoje em dia, combina com mulheres de diferentes tipos de corpo e é o modelo mais indicado para ir à igreja.

  1. O caimento é o mais importante

Já ouviu a expressão “crente embalada a vácuo”? Nem sempre o comprimento é o maior problema na vestimenta da mulher cristã. O caimento é fundamental para determinar se o look é ou não ideal. Peças muito justas e com tamanhos menores do que você usa podem passar a impressão errada e tornar o visual provocante e inadequado para ir à casa de Deus.

Prefira peças com caimentos soltos no quadril, vestidos longos ou até mesmo saia lápis, desde que seja do tamanho adequado e não marque ou revele demais as suas curvas.

  1. Modéstia

Por fim, não podemos deixar de fora a modéstia. Deus não se preocupa se a mulher está com um vestido de marca ou um comprado em liquidação. Ele apenas pede modéstia, o que significa não chamar atenção além do que deveria ou transformar a casa de Deus num evento de competição de moda.

 “Que do mesmo modo as mulheres se ataviem em traje honesto, com pudor e modéstia, não com tranças, ou com ouro, ou pérolas, ou vestidos preciosos, mas com boas obras”. (1 Timóteo 2:9-10)

Que Deus nos abençoe e nos ensine a ser servas modestas, dedicadas e tementes a Ele.

Compartilhe:
Share This